#Assisti: Girlboss + resenha do livro

quarta-feira, maio 17, 2017

Pegar como exemplo Sophia Amoruso ou se espelhar em outras empresárias que estão aonde estão por causa de muito suor? Confesso que nem eu sei responder essa pergunta, porque acredito que todas nós temos um pouco da Sophia. Não estou dizendo que as atitudes de desrespeito, não zelar pela amizade e só pensar em si estão corretas. Mas há momentos que somos sim egoístas, que sacrificamos um pouco das amizades e que tacamos o fadasse no ambiente de trabalho. "A Gabi, então você adorou a série e está dizendo que as atitudes de Sophia são justificáveis?". Não, não adorei e também não estou justificando o comportamento dela, ainda mais porque a série tem muitas controversas em relação ao livro. 

Todos sabemos que os livros sempre serão (ou terão) coisas diferentes da adaptação para o cinema ou televisão e eu, uma pessoa que ama ler, sempre vou preferir a parte escrita.  Sei que no audiovisual é preciso fazer algumas adaptações, mas tem momentos que os diretores fogem ou retratam de uma forma diferente aquela obra. Caso do livro #Girlboss 




Pra quem já assistiu ou vai assistir a série, ela começa em 2015 ano em que trabalhou na loja de sapatos sofisticados e foi mandada embora. Deixando de mostrar todos os acontecimentos dos anos anteriores. Outro momento que você só identifica lendo o livro é o episódio que ela descobre que tem hérnia e começa a procurar um emprego com plano de saúde para realizar a operação, isso ocorreu em 2006.  




A série Girlboss não da lições de empreendedorismo ou estratégias de como manter e tornar um site online de roupas um sucesso. Ela conta que a Nasty Gal nasceu, como que a Sophia garimpava as roupas, como que ela divulgava no ebay e quais foram as dificuldades que ela passou. Porém tudo isso de um forma "escrota" (não achei outra palavra), se aproveitando na maioria das vezes dos outros, pensando só em si e tratando mal as pessoas que conviviam com ela. Mas (vocês já perceberam que esse post tem vários pontos neh?), a realidade do livro é diferente. Durante a leitura eu ia imaginando a Sophia de outra forma, um pouco mais humana.  


MAS AFINAL, DEVO OU NÃO ASSISTIR A SÉRIE? 


Minha resposta é sim, mas com um lembrei: não coloque muitas expectativas em cima dela. A série Girlboss mostra como que a moda era naquela época nos traz algumas referências de estilistas, composição e comportamento do consumidor final. A trilha sonora está bem bacana e a paleta de cores da série é bem diversificada. Algo que eu acrescentaria na edição de Girlboss, é o ano a qual ele se refere para que o telespectador tenha uma noção do tempo que a Sophia demorou para conquistar cada coisa.

Girlboss está disponível no Netflix e em um fim de semana você consegue assistir toda a temporada. E o livro eu comprei na Amazon

Me contem o que vocês acharam da série. 

Beijos, beijos


Unha da Semana: Ganache [Dailus] + Esmalte pipoca

segunda-feira, maio 15, 2017

Ei pessoas lindas!


Voltei com o Esmalte da Semana e hoje trago pra vocês minhas impressões sobre o esmalte da Dailus e o pipoca, que descobri recentemente. Eu adoro cores escuras nas unhas, principalmente em dias mais frios, e como o tempo deu uma esfriada comprei o Ganache - um cinza escuro -, da Dailus e amei. Ele é cremoso, fácil de passar e o que eu mais gostei é que não há necessidade de passar um extra brilho por cima, porque o esmalte já vem com o efeito brilho.


Já o pipoca é um esmalte pra ser usado em cima de outro, que nada mais é do que flocos pretos (tem na cor branca também) que quando é passado na unha deixa o de desenho de vários pontinhos,  estilo pipoca. O bacana nele é que não deixa relevo na unha, dando a impressão que o esmalte cinza (ou da cor que estiver por baixo) já possui esses desenhos. Aqui em Mariana eu só achei um lugar que vende o esmalte pipoca e dando uma pesquisa, só encontrei duas marcas que vendem eles a Big e a Dote.






Me contém, o que vocês acharam dos esmaltes da Dailus? Ainda quero testar outras coisas, mas esse cinza está aprovado.


Beijos, beijos



Outono/Inverno:Peças curingas para abusar

domingo, maio 14, 2017

O outono chegou faz um tempo, mas só agora que as temperaturas começaram a baixar e o
friozinho está fazendo parte da nossa rotina. Mas e agora, como adaptar um guarda-roupa que
estava prontinho para o verão para esse clima estranho, calor de dia e frio de noite?

Não se desespere! Temos a sorte de estarmos em um país tropical onde as roupinhas de verão
como vestidinhos e cropped podem naturalmente compor um look de inverno. Algumas camadas a mais e é possível ficar linda sem passar frio. Além disso, é bom aproveitar a estação que deixa todo mundo mais elegante e chique!

Jaquetas e casacos tendência

Chegou a hora de tirar as jaquetinhas do armário, e já não era sem tempo! Mas já que ainda estamos no clima meia-estação, vale misturar uma jaqueta mais quentinha, como a super tendência Puffer Jacket, com um vestidinho, ou saia com cropped. Além de estar atual, esse look garante a brincadeira com proporções e volumes que é sucesso garantido!



Se o frio é pouco, e está mais para um ventinho gelado, a atemporal jaqueta jeans cai perfeitamente em qualquer situação. Para compor um look mais rock n’ roll ou para quebrar a vibe romântica de um vestidinho, essa peça é perfeita. Os modelos variam temos as básicas tradicionais, as oversized com rasgos e aplicações ou com frases nas costas.



Tricot e mais tricot

Não tem como falar de frio sem falar de tricot. E nessa temporada eles vieram com tudo, sem passar despercebido. Tem modelos para todos os gostos, com proporções exageradas, curtinhos, longos, com lurex, coloridos e básicos. Se você ainda não é adepta tente montar looks com essa peça. Você vai ver a infinidade de combinações que o tricot proporciona e, claro, conforto e estilo.


Assim como as jaquetas, essas peças são perfeitas para compor um look que vai do calorzinho
da manhã para o frio da noite. Acompanhados de uma calça jeans ou de um vestido, ficam lindos e super femininos.



Óculos de sol porque sim

Não é porque o verão foi embora e a praia não é mais destino certo que precisamos abandonar os óculos de sol, não é mesmo? Essas peças deixaram de ser somente funcionais há muito tempo. Hoje, um óculos de sol é um elemento que da personalidade e estilo extra. As últimas tendências para óculos trouxeram algumas novidades, além das populares armações redondas e lentes espelhadas, a novidade são as lentes claras. Sabe aquela lente dégradé que deixa os olhos visíveis? Elas voltaram com tudo, e nas mais diversas cores e formatos. Vamos arriscar?





obs. Esse post foi sugestão de pauta da loja Amaro

Beijos,beijos