5 dicas para medir a produtividade diária

segunda-feira, agosto 21, 2017

Eu adoro ter mil coisas para fazer, ver a minha agenda cheia de atividades e ter que ficar encaixando um compromisso aqui e outro ali. Mas também adoro dormir, ficar assistindo séries e ficar em casa sem ter o que fazer. Dois opostos que se atraem? Não sei. Mas há alguns meses atrás bateu um sentimento de que o meu dia não está rendendo ou que não conseguia cumprir todas as metas do dia. 



Quem me conhece sabe que eu trabalho, cuido do blog, cuido da casa (nos meus dias – depois explico para vocês), faço parte do Rotaract (vai ter post sobre), planejo as viagens que quero fazer nesse ano, planejo a reforma de decoração que vou fazer em casa (minha e do Roberto), planejo coisas pessoais, tenho em dia minhas séries (salva de palmas hahaha) e muitas outras coisas. E o que mais me frustra é chegar no final do dia e ter a sensação de que não fiz nada.

Depois da vinda dessa sensação de "o que eu fiz no dia de hoje", comecei a adotar algumas "regrinhas" pra que no final do dia eu tivesse todas as minhas atividades mensuradas. E como eu sei que isso não acontece só comigo, vim compartilhar cinco dicas para medir a produtividade diária.

#1: Montar a agenda do dia seguinte no dia anterior;


#2: Durante o dia ir anotando todas as tarefas concluídas;

#3: Dividir as atividades por períodos (manhã, tarde e noite);

#4: Deixar sempre uma brecha na agenda para fazer coisas que gosta. São nesses momentos que novas ideias surgem e soluções para os problemas são resolvidos;

#5: Se dedicar para cada tarefa, mesmo que no final do dia você não tenha cumprido todos os itens da agenda;

E vocês, o que fazem pra verificar o que andam fazendo no dia a dia?

Beijos, beijos

Look: Vestido florido com meia calça roxa

quarta-feira, agosto 16, 2017

Quem acompanhou o instagram do blog viu que eu passei uns dias em Florianópolis e que fui em uma época que os turistas fogem da cidade, que é o inverno. Nos três primeiros dias deu pra conhecer lugares bem legais, mas quando chegou domingo (quarto dia) a neblina e a chuva tomaram conta da cidade. 

Uma das minhas preocupações foi quais roupas levar, que não pesassem na mala e que fossem confortáveis pra passear pela cidade. Como minha irmã e melhor amiga também foram, a opção de looks aumentaram (empresta daqui, empresa de lá) e hoje trago os detalhes de um deles.





A meia calça é fio 40 e protegeu as pernas dos ventos, já a jaqueta eu só joguei por cima do ombro pra proteger do sereno. 








Nos pés coloquei uma botinha de cano curto, combina com tudo e é super confortável (uma das melhores compras do ano).

Visto: 
Vestido: Zara
Meia-calça: Lupo
Jaqueta: T.N.T
Bota cano curto: Moleca

Beijos, beijos

Gabi

#1: Li e recomendo

segunda-feira, agosto 14, 2017


Desde o post Cadê a motivação de antes? e a vontade de reestruturar o blog e trazer de volta a essência dele, fez com que eu colocasse no papel categorias (e formatos de texto) que sempre gostei de escrever, mas que tinha deixado lado. Desde o começo do mês os posts do LF já vêm com essa pegada mais pessoal e hoje, trago uma das categorias que amo ler por aí – e claro, escrever - que são indicações de leituras na web, porque nada melhor do que começar a semana com histórias e matérias inspiradoras sobre audiência na internet e a vida das imigrantes na costura.