Mão quebrada.

quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Bom dia meus amores.

Hoje eu queria compartilhar um fato triste que aconteceu comigo, e aproveitar o assunto, para fazer uma ressalva em questão da segurança no trânsito.
Há exatos 11 dias, eu e minha querida pressa, estávamos correndo pelas ruas do Sacomã, entretanto não foi tão simples chegar ao meu destino nesse dia.
Fui atravessar a rua correndo gente, e não vi o veículo na via se aproximando... quando pisei na faixa, tive um ótimo reflexo e consegui me jogar para trás, mas o carro ainda pegou minha mão. Bati ela no vidro da frente e na parte lateral do carro.

Eu estava na faixa de pedestre, mas o farol estava fechado para mim. A pessoa que me 'atropelou' (porque foi tecnicamente um atropelamento) foi super solicita em me ajudar, mas eu achei que não havia quebrado nada. Ela me deixou no meu local de destino e lá, com o sangue frio, comecei a sentir muitas dores e minha mão, automaticamente começou a inchar. Fui ao São Camilo, e lá fiz exames que constatou que eu havia quebrado um osso no centro da mão. Ficarei um mês de gesso =/

Bom gente, o que eu quero com isso?
Gostaria muito de ressaltar a importância dos cuidados no trânsito. Estar na faixa de pedestre não significa estar ileso de um possível acidente. Tive sorte de quebrar apenas a mão, mas e se meu reflexo não tivesse funcionado? Como seria? É importante nos atentarmos as leis e regrinhas do trânsito. Atravessar na faixa, quando o farol estiver verde, não podemos abusar da sorte.

Espero que tenham compreendido o sentido desse post. Não quero que o mesmo que aconteceu comigo, aconteça com vocês.

Com carinho.
Beijos




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conte o que você achou do post, adoramos receber elogios, críticas construtivas e sugestões de temas.