Resolvi morar sozinha e agora?

segunda-feira, fevereiro 17, 2014

Esse mês completa 1 ano e 3 meses que vim para Ouro Preto. Só no primeiro semestre de 2013 mudei de casa três vezes, passei por república federal, depois fui para um apê com as minhas amigas e atualmente estou morando em uma casa, atrás do campus da faculdade. Nunca me mudei tanto como no ano passado e posso garantir que ganhei muita experiência no quesito morar sozinha.

 Em alguns grupos que participo no facebook, várias meninas que iam entrar na faculdade esse ano estavam com um pouco de medo e MUITAS dúvidas referente a morar em outra cidade, se ia para república ou ia morar sozinha, se escolhe quarto individual ou coletivo, etc. Por isso resolvi fazer esse post esclarecendo algumas dúvidas e dando alguma dicas para vocês que estão pensando em estudar em outra cidade. 




Moradia como escolher

Como eu vim para Ouro Preto para estudar inicialmente escolhi república, mas como não me adaptei decidi dividir um apê ou uma quitinete. Na hora de escolher o lugar que você vai passar os próximos 4 anos, no caso dos estudos, o importante é que seja um local para chamar de lar. 

Outro ponto a se levar em conta é o seu estilo, se você gosta de uma casa/república mais agitada ou mais tranquila. Uma dica importante que eu dou é pesquisar no site da faculdade/universidade se eles possuem alojamentos, que já é uma forma de economizar dinheiro com aluguel, ou se eles oferecem vagas em repúblicas federais, por quesito socioeconômico, sem as famosas batalhas. 


Acho que uma das coisas mais difíceis de quando saímos da casa dos pais é a adaptação. Mesmo que se mudarmos para um local conhecido, iremos morar com pessoas diferentes e nossa rotina nunca mais será a mesma. Leva um tempo para essa adaptação, mas nada que o apoio da família e a nossa força de vontade não resolva. 

Alimentação

Meninas já vou logo dizendo, aquela fartura que tínhamos na casa dos pais dificilmente teremos morando sozinha. Uma das alternativas que ajuda muito é ver se tem os famosos RU - Restaurante Universitário. Aqui na UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) tem um em cada campus e o melhor, tanto o almoço quanto o jantar custam R$2.  E eles também oferecem a bolsa refeição que é depositado o valor direito na carteirinha. 



As que não possuem o Restaurante Universitário, eu dou a dica para se fazer uma compra que dure o mês todo. Aqui em casa somos em três e duas das meninas almoçam em casa e para ficar mais barato, elas se juntam e compram a "mistura". O que também fazemos é uma compra de dois em dois meses que é para todos as moradoras, itens como: arroz, feijão, macarrão, farinha, óleo, sal, etc além de  produtos de higiene e de limpeza. 

Café da manhã e lanche da tarde, eu costumo comprar pelo menos 2L de leite, pão puma, bolacha de água e sal e uma caixa de barras de cereal para comer da tarde. Gelatina é uma coisa que eu faço de quinze em quinze dias e pelo menos uma vez ao mês eu vou na feira comprar algumas frutas. Tento me alimentar de três em três horas porque assim não fico com muita fome durante o dia. 


Dinheiro

Essa é parte mais difícil de se controlar (no começo) quando vamos morar sozinha. Atualmente a única pessoa que me da dinheiro é o meu pai para pagar o cartão de crédito, porque eu recebo bolsa moradia, transporte e alimentação da faculdade além do estágio que faço. Porém no começo tinha mês que a minha mãe me dar em torno de R$800 reais. Muita coisa neh!


Quem estuda em uma faculdade/universidade que não oferece bolsas auxílios e os pais são a única fonte de renda, existem alguns truques para economizar. Uma das coisas que eu sempre faço é uma planilha de todos os gastos que eu vou ter no mês seguinte, colocando em primeiro lugar as contas fixas como: Aluguel, Luz, Água, Internet, Cartão de crédito e Transporte (caso alguém precise pra ir para aula). Depois coloco as menos importantes: Mercado, xerox e afins (para festas). 

Como o preço do aluguel, internet e transporte (quem precisa) são fixos, tento diminuir o consumo na luz, água e principalmente no cartão de crédito. Nas compras de mercado eu estipulo um valor de R$30 por mês, lembrando que eu almoço e janto na faculdade então o que compro é para o café da manhã e café da tarde. Sobre o cartão do crédito todo universitário tem a opção de pedir o cartão de crédito universitário, que já vem com as taxas e o limite reduzido. Como o meu não é universitário e o meu limite é alto, estipulei para mim mesma um valor de no máximo R$340 por mês, porque é o que o meu pai me manda. 


Outra coisa de quando vai se morar sozinha e depende dos pais, até se você trabalha, cortar as coisas superfluas. Eu sei que é ótimo comprar roupas, livros, maquiagens e afins, mas tem momentos que precisamos cortar orçamentos e colocar outras coisas em primeiro lugar, como as contas de casa. 


É isso meninas espero ter ajudado vocês, qualquer dúvida é só deixar nos comentários ou manda para o email lucidezfeminina@gmail.com

Beijos e não desistem dos seus sonhos.



4 comentários:

  1. Ahh imagino como deve ser...eu senti muito na alimentação. Lembro-me das comidinhas da mamãe aí chega chorar mas agora já acostumei...tanto tempo.....rs

    - Resenha nova no blog ^^

    Beijoss *-*

    ==> Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas, também estou com uns planejamentos do tipo e eu nem me lembrava do Restaurante Universitário, acredito que se eu vier a morar sozinha, em breve, procurarei próximo a faculdade e dividir com um amigo (já até tenho). Isso porque a viajem está sendo cansativa e os gastos estão altos. Vida de universitário não é moleza haha'

    Mil beijos!
    umpouco-demundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. @Pamela SensatoNem fala sempre quando vou pra casa abuso da comida da mãe. Hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. @Ina RibeiroIna a melhor coisa é você estudar perto da faculdade e ter Restaurante Universitário, o dinheiro e tempo agradecem haha.

    Beijos

    ResponderExcluir

Nos conte o que você achou do post, adoramos receber elogios, críticas construtivas e sugestões de temas.