Carnaval 2014 - Campeãs

sábado, março 08, 2014

Oi pessoal, carnaval acabou, já sabemos as Escolas de Samba campeãs de 2014, maaaaas... o que acham de conhecer um pouco melhor?

Quinta eu estava em casa sem fazer absolutamente nada, assistindo a apuração das Escolas de Samba do RJ, foi quando tive a idéia de estudar um pouco sobre as Campeãs do Carnaval e compartilhar com vocês.

Bom, vamos começar com a Tri-Campeã, a Mocidade Alegre.

Fundada em 24 de setembro de 1967, seu nome oficial é 'Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Mocidade Alegre', tendo como suas cores oficiais o vermelho e o verdade, por serem cores complementares e assim portarem uma grande gama de degradês.
Apesar de sua fundação ter sido em 1967, sua história começou cerca de 20 anos antes.

Em 1950, Juarez, Salvador da Cruz e mais dois amigos resolveram sair no Carnaval vestidos de mulher. Saíram no sábado e voltaram somente na quarta-feira. Com o passar dos anos, esse bloco que ali criaram foi aumentando, aí já contando com a presença de seu irmão, Carlos.

Em 1963, um dos componentes recusou-se sair vestido de mulher, eles então saíram pelas ruas trajando fantasias de palhaços e assim percorreram a Avenida São João, onde a Rádio América promovia o Carnaval de Rua. Enquanto o bloco passava, o locutor Evaristo de Carvalho fez o seguinte comentário em alto e bom som: "É um bloco muito alegre, um bloco de sujos, como os que existem no Rio de Janeiro...".  Ao seguirem em frente e sentarem na esquina da São João com a Conselheiro Crispiniano, aquela frase começo a ecoar em suas mentes, fazendo surgir ali, a ideia de dar um nome ao bloco, que mais tarde, tornaria-se uma grande Morada do Samba.
Entre as várias sugestões que surgiram, a escolhida foi Mocidade Alegre, já que ao se apresentarem eles evocaram na lembrança do locutor os melhores tempos do Bloco Carnavalesco Mocidade Louca, de Campos e "alegre" foi o adjetivo usado para apresentá-los ao povo, fazendo assim nascer um grande nome.

Em 1967, surgiu a Federação das Escolas de Samba de São Paulo, naquela época o Jornalista Moraes Sarmento convocou todas as escolas, blocos e cartões carnavalescos para organizarem o carnaval de 1968. Naquele ano foi criado o Estatuto da Mocidade Alegre, tudo com base no da Acadêmicos do Peruche.

Seu 1º Presidente foi o Sr. Juarez da Cruz, tendo a participação da fundação, seus irmãos, Salvador da Cruz e Carlos Augusto, junto de seus amigos Ademar Nunes, Ailton de Paula, Antonio Ciullada e José Maria do Nascimento.

Ainda naquele ano a Mocidade desfilou apresentando o tema "Índios do Brasil". Devido à uma série de falhas, levou o 5º lugar (penúltimo naquela época). Já em 1969, o tema escolhido foi "Na Corte de Nero", o que lhe rendeu o 1º lugar, passando assim para o Segunda Grupo, transformando-se de Bloco Carnavalesco em Escola de Samba. 

Quem parar um instante para ler a história incrível dessa Escola, se apaixona. É realmente contagiante esse sentimento de amor depois que você passa a compreender tudo o que eles já viveram.

No começo de 2012, a grande Morada do Samba sofreu um incêndio de grandes proporções, faltando pouco mais de um mês para os desfiles. A comunidade uniu-se para que todo aquele projeto de carnaval fosse cumprido. E a Garra e a União, resultou num belíssimo desfile, Campeão, marcando o 8º título e o início do segundo Tri-Campeonato.
No ano seguinte, alcançou o bi-campeonato com o irreverente enredo "A sedução me fez provar, me entregar à tentação... Da Versão Original, qual será o final?", tratou assim, os Pecados Capitais como uma redenção, inventou novos fins para velhas histórias e sonhou com um futuro de paz entre os povos.
Já esse ano, o enredo responsável pelo Tri-Campeonato foi "Andar com Fé eu vou... Que a Fé não costuma falhar!"

E assim, a escola publicou na apresentação do enredo..

" Sob a luz do carnaval, a Mocidade Alegre lança seu olhar sobre umas das mais belas emoções que movem a humanidade: a Fé. 
Esse sentimento que sabemos entender e vivenciar, mas não conseguimos explicar, é verdadeiro, confiante, apaixonado... Guarda seus mistérios e gera uma força incomparável que desconhece limites... Pois até quem não tem Fé em nada, tem Fé que o nada existe. 
E a Morada do Samba, alegre por trazer em seu cortejo uma legião de sambistas fervorosos, agradece a cada um deles, pois é da soma desses milhares de corações - que sambam e cantam em forma de prece - que vem a nossa força maior, a nossa Fé. " 

Pra entender um pouco melhor sobre a Escola, vistem o site deles e encantem-se como eu.
http://www.mocidadealegre.com.br/

Enredo Campeão do Carnaval de São Paulo/ 2014



Bora agora conhecer um pouco mais da Unidos da Tijuca/ RJ ?!!

Fundada em 31 de dezembro de 1931, tem como nome oficial 'Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca', tendo como composição de cores principais o azul e o amarelo e é a 3ª Escola de Samba mais antiga do Brasil. 

A Escola foi criada a partir da fusão de quatro blocos existentes nos morros da Casa Branca, da Formiga e da Ilha dos Velhacos. Encontra-se registrado que seus fundadores foram: Bento Vasconcelos (Líder), Leandro Chagas, Alcides de Moraes e seus irmãos e primos com suas famílias. 

Foi Campeã pela primeira vez em 1936. Nas décadas de 40 e 50 ocorreram dissidências e foram fundadas outras agremiações, dessas, a única ainda existente é a Império da Tijuca, (todas essas agremiações formadas por ex-integrantes da Unidos da Tijuca). Nessa época a escola passou por crises internas e por dificuldades, e, em 1959, desceu para o segundo grupo, sofrendo um grande esvaziamento. 

Em 1980, depois de uma longa reestruturação que início em 1970, a Escola de Samba retornou ao 1º grupo, depois de longos 22 anos no grupo de acesso. Entretanto, a rapadura é doce, mas não é mole não.. nessa década, ainda enfrentaram dificuldades, passando alternadamente 2 anos pelo grupo de acesso (1985 e 1987). 

A última vez que ela foi rebaixada foi em 1998, mas, em 1999 retornou ao Grupo Especial em grande estilo, com um lindo desfile, embalado em um dos enredos considerado um dos mais bonitos de todos os tempos: "O Dono da Terra", exaltando o índio brasileiro e suas lendas. 

Em seu retorno ao Grupo de Elite (2000), apresentou um belo desfile que a classificou entre as cinco melhores, garantindo sua participação no sábado das Campeãs. 

A partir de 2004, com a contratação do carnavalesco Paulo Barros, que despontava no grupo de acesso, a Unidos da Tijuca surpreendeu e conquistou o público e a imprensa, garantindo o seu lugar entre as primeiras colocadas, apresentando a cada ano, magníficos e admiráveis carnavais. Ocorre, então, o resgate da auto-estima do tijucano que participa mais, ao mesmo tempo que ganha outros e novos adeptos, passando a ser vista por todos com o merecido reconhecimento e respeito do mundo do samba. 

Comandada pelo empresário português Fernando Horta, a Unidos da Tijuca se restruturou com uma sólida gestão empresarial e atualmente é uma das escolas mais aguardadas da Sapucaí. 

Esse ano, arrebatando o 1º lugar, ela encantou com o enredo "Acelera, Tijuca!", que homenageou o grande ídolo automobilístico brasileiro, Ayrton Senna. 

Diz a sinopse desse enredo:

"... É a volta da vitória! A última volta no Sambódromo para mostrar que Senna veio para ficar. Acelera Brasil, junto com Ayrton Senna! Meninos e meninas entram na pista para lembrar que Senna é capaz de inspirar seus sonhos! Que o desejo de vencer requer trabalho, dedicação e competência. Ayrton Senna carrega na ponta dos dedos a esperança de cada brasileiro! Ele pega a bandeira e leva à loucura a arquibancada da Sapucaí. Sobe mais uma vez ao Pódio, o Campeão. No GP da Tijuca, o Brasil revive com ele a emoção da vitória. Não há tempo que ele não ultrapasse, não há sonho que ele não inspire a se tornar realidade! Brilha a estrela de Senna na Sapucaí!"

E parece então que a Escola acertou em cheio este ano! Graças à esse enredo fantástico sobre o nosso grande ídolo automobilístico, pudemos ver a Unidos da Tijuca erguer, mais uma vez, o troféu de Campeã do Carnaval/ RJ 2014. 

Pra entender um pouco melhor sobre a Escola, vistem o site deles:


Enredo Campeão do Carnaval do Rio de Janeiro/ 2014



Beijo gente :)
Qualquer dúvida, perguntinha, comentem aqui que eu respondo ;)




2 comentários:

  1. Quem mereceu vencer o carnaval do Rio era a Salgueiro detestei..e até a Grande Rio estava mais bonita que a U. Tijuca!

    Feliz dia da Mulher

    Beijoss *-*

    ==> Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  2. Eu, particularmente amei o desfile da União da Ilha, e gostaria muito que eles tivessem ganhado. Também gostei bastante do desfile da Salgueiro Pâmela :)
    E o que você achou do desfile da Mocidade Alegre?

    Feliz Dia da Mulher linda!

    Beijos
    Lúcida Jessica

    ResponderExcluir

Nos conte o que você achou do post, adoramos receber elogios, críticas construtivas e sugestões de temas.