#diariodeviagem: Lugares que já conheci em Monteria, Colômbia

sábado, fevereiro 28, 2015

Olá gente, no post de hoje eu vou contar um pouco dos lugares que já conheci. Como o dinheiro não está as mil maravilhas, as viagens mais distantes como Bogotá, Medellín e Cartagena, eu e as outras meninas deixamos para o mês de Abril para irmos visita-las. Assim temos um tempo maior para nos organizar.

Enfim, enquanto as viagens grandes não chegam, esse mês fomos conhecer uma praia que fica a 2:30 de Montería, e uma livraria café que tem aqui na cidade. 

Vamos a la playa

A praia que fomos se chama Playa Blanca, no município de San Antero que fica dentro do estado de Córdoba. Aonde a praia, e todo o seu entorno, também é conhecido como Costa Caribenha por estar sendo banhada pelo mar do Caribe. A água não chega a ser cristalina, mas também não é escura. E a diferença com as praias do Brasil é que o mar não é frio, e sim morno. Uma delicia que só!










Ficamos um dia no hotel Playa Blanca e pagamos $30 mil pesos (equivale a quase R$30), incluindo almoço e a utilização da área do hotel. A praia não tem uma extensão de área como nas praias brasileiras, a gente saiu do hotel e já estava quase com os pés na água. Uma maravilha que só!




Da esquerda para a direita: Luís, Sophia, (não me recordo o nome do pai das crianças, sorry), Katerine - É com eles que eu moro. Depois vem a Amanda, Christiane (brasileiras), eu e o José (que é filho da dona da pensão que as outras meninas moram).  


Alguns livros e um café

Outro lugar que fomos conhecer, é a livraria Libro Tinto. Ficamos sabendo dela através da Claudia, que é a responsável pela Relações Internacionais da Universidad Pontifícia Bolivariana (UPB), e comentou com a Amanda (uma das brasileiras) que ela e o marido tinham uma livraria. Na hora ficamos com vontade de conhecer o lugar, e adoramos. 

Ele fica na Avenida Primeira, em frente ao parque Ronda Del Sinú, no centro. O espaço é pequeno, mas super confortável. Tem cinco mesas, duas estantes, estilo giratórias, com livros de bolso, nos dois lados da parede são distribuídos os livros, conta um cardápio de café e um de vinhos. 

Libro Tinto é um lugar que você quer voltar sempre e ficar no minimo 1:00 por lá. Pra quem está na Colômbia e vai passar por Montería, tem que ir visitá-lo. Eles não possuem site, mas tem uma página no facebook





Essa parede é cheia de fotos com a palavra Absolut, coladas em mini quadros. Adorei a ideia e já fiquei com vontade de fazer na minha casa. 






Eu sei que hoje o post ficou enorme, mas está lindo não é! Espero que vocês tenham gostado das indicações e quem souber de lugares bacanas aqui na Colômbia pra visitar é só deixar nos comentários, no face ou no IG do Lucidez. 


Beijos, beijos

#diariodeviagem: Lugares que já conheci em Monteria, Colômbia

Olá gente, no post de hoje eu vou contar um pouco dos lugares que já conheci. Como o dinheiro não está as mil maravilhas, as viagens mais distantes como Bogotá, Medellín e Cartagena, eu e as outras meninas deixamos para o mês de Abril para irmos visita-las. Assim temos um tempo maior para nos organizar.

Enfim, enquanto as viagens grandes não chegam, esse mês fomos conhecer uma praia que fica a 2:30 de Montería, e uma livraria café que tem aqui na cidade. 

Vamos a la playa

A praia que fomos se chama Playa Blanca, no município de San Antero que fica dentro do estado de Córdoba. Aonde a praia, e todo o seu entorno, também é conhecido como Costa Caribenha por estar sendo banhada pelo mar do Caribe. A água não chega a ser cristalina, mas também não é escura. E a diferença com as praias do Brasil é que o mar não é frio, e sim morno. Uma delicia que só!










Ficamos um dia no hotel Playa Blanca e pagamos $30 mil pesos (equivale a quase R$30), incluindo almoço e a utilização da área do hotel. A praia não tem uma extensão de área como nas praias brasileiras, a gente saiu do hotel e já estava quase com os pés na água. Uma maravilha que só!




Da esquerda para a direita: Luís, Sophia, (não me recordo o nome do pai das crianças, sorry), Katerine - É com eles que eu moro. Depois vem a Amanda, Christiane (brasileiras), eu e o José (que é filho da dona da pensão que as outras meninas moram).  


Alguns livros e um café

Outro lugar que fomos conhecer, é a livraria Libro Tinto. Ficamos sabendo dela através da Claudia, que é a responsável pela Relações Internacionais da Universidad Pontifícia Bolivariana (UPB), e comentou com a Amanda (uma das brasileiras) que ela e o marido tinham uma livraria. Na hora ficamos com vontade de conhecer o lugar, e adoramos. 

Ele fica na Avenida Primeira, em frente ao parque Ronda Del Sinú, no centro. O espaço é pequeno, mas super confortável. Tem cinco mesas, duas estantes, estilo giratórias, com livros de bolso, nos dois lados da parede são distribuídos os livros, conta um cardápio de café e um de vinhos. 

Libro Tinto é um lugar que você quer voltar sempre e ficar no minimo 1:00 por lá. Pra quem está na Colômbia e vai passar por Montería, tem que ir visitá-lo. Eles não possuem site, mas tem uma página no facebook





Essa parede é cheia de fotos com a palavra Absolut, coladas em mini quadros. Adorei a ideia e já fiquei com vontade de fazer na minha casa. 






Eu sei que hoje o post ficou enorme, mas está lindo não é! Espero que vocês tenham gostado das indicações e quem souber de lugares bacanas aqui na Colômbia pra visitar é só deixar nos comentários, no face ou no IG do Lucidez. 


Beijos, beijos

Conhecendo um jornal colombiano

quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Uma das coisas que eu mais adoro no meu curso, são as aulas práticas e as visitas que fazemos a outros meios de comunicação. Sobre a prática eu já realizei dois jornais na universidade, já organizei um evento na aula de Comunicação Organizacional, com diversos assessores contando sua experiência, e claro os estágios que já fiz.



De visitas, eu já conheci a redação da revista Glamour (ano passado) e na terça-feira, fui conhecer a redação de um jornal colombiano, o El Meridiano de Córdoba, que tem sua sede em Monteria. Como a cidade é pequena (interior) o jornal também não é muito grande.

A redação é igual as redações que aparece em filmes, fotos, etc. O que muda é o ambiente e como as mesas estão posicionadas. O jornal El Meridiano conta com 24 jornalistas que escrevem e tiram as fotos da sua matéria. Nas cidades vizinhas tem um correspondente e os informes internacionais, são enviadas por uma agência de notícias.

O que me chamou a atenção é que eles possuem um trabalho com as escolas da cidade, e toda terça-feira sai um caderno no jornal feito por alguns alunos dessas instituições. Outra coisa que eu adorei conhecer, foi que no próprio local eles realizam a impressão do jornal. Fiquei encantada em conhecer uma maquina de impressão. Ela faz 10 mil impressões por hora.


Fachada do prédio 

Uma das paredes com alguns prêmios e menções que o jornal já recebeu

Local aonde fica os rolos de papéis que são utilizados para fazer a impressão do jornal

Maquina que faz todo o todo o processo de impressão. Ela possui uma parte aonde vai o papel, e as outras - se não me engano são três - ficam as tintas. Cada qual separada

A redação
Eu não sei vocês, mas sempre que visito o meu "futuro" lugar de trabalho, fico encantada com tudo e já me imagino correndo atrás das notícias, entrevistando, tirando fotos e tudo mais que a profissão pede. E quando temos esse tipo de sensação é porque o que escolhemos para fazer pela vida, é a coisa certa.

Há, no final da visita eu acabei dando uma entrevista para uma das jornalista, contando como está sendo a minha estadia aqui na Colômbia. Quando a matéria sair, venho contar para vocês.

Beijos, beijos



Por que eu escolhi o Popcorn Time ao invés do Netflix?

terça-feira, fevereiro 24, 2015


Olá pessoal, hoje vim trazer uma opção para ver filmes e séries online!!!!! \o/
Quem nunca se revoltou com o valor cobrado pelas TVs a cabo aqui no Brasil que atire a primeira pedra!

A minha primeira opção fora da assinatura da TV a cabo, foi o Netflix, era ótimo ver meus filmes e séries favoritas a qualquer hora e lugar por um preço bacana (usei por cerca de 4 meses) até que no começo de 2015 (janeiro) um casal de amigos lá de BH (a Fabi e o Digo) me sugeriu o Popcorn Time, aí logo perguntei qual a diferença para o Netflix e eles me falaram: tudo, quando chegar em SP baixe e você verá..

Pois bem quando cheguei a São Paulo já quis logo saber o que seria esse "tudo".
O "combo tudo" do Popcorn Time alia: gratuidade, qualidade de imagem, variedade e novidades!
Aí te pergunto caro(a) leitor(a) quer mais alguma coisa??? Eu digo que não quero saber de mais nada desde que o baixei.
Os filmes mal saem no cinema e já estão disponíveis no Popcorn Time.



O Popcorn Time é uma multi-plataforma, que faz busca por BitTorrent, os geeks de todo o mundo fazem upload e na sequencia rola o download para você assistir o filme (acho que expliquei direitinho).

  • Ahhh, mas como faz?

Baixe o programa e faça a instalação (pode ser em Android,Windows e até MAC OSX), depois é só selecionar o filme/série em HD optar por legenda ou dublado e apertar o play.


  • Clau, mas isso é seguro?

É sim gente, o Popcorn Time usa criptografia de tráfego torrent, então ninguém vai bater a sua porta dizendo que você está fazendo algo ilegal, além  disso o Popcorn Time conta com uma VPN livre (Virtual Private Network ou Rede particular Virtual).


  • Clau, me passa o link quero baixar agora!?

É só clicar em cada palavra Popcorn Time desse texto e você será redirecionado para a página.



Beijos e boa diversão,



P.S: Não é publi-post, vocês sabem que eu sempre compartilho coisas bacanas.

3 dias navegando, noites mal dormidas e as melhores lembranças de uma viagem.

segunda-feira, fevereiro 23, 2015

Ooooi lindos

Hoje eu vim com o meu último post sobre a minha viagem. Vou contar para vocês que falar do final da viagem é muito triste, bate uma depressão muuuuito grande.

Quinta-feira, fim de um dia maravilhoso em Punta e começo do final dos dias no navio. Como encarar o final de uma semana maravilhosa? Decidimos então aproveitar até o último segundo, e bom, aproveitamos, mesmo! Na quinta mesmo fechamos o pacote de bebidas e depois dali vocês sabem né?! Não tinha ninguém que nos segurasse rs

Não teve nenhuma festa especifica na quinta, mas curtimos da mesma forma. Ficamos no Viking até a hora de fechar, sempre as 4hr da manhã e depois ficar vagando pelo navio, pelo convés. Excepcionalmente naquele dia, resolvemos ser loucos! As 4hr30 da madrugada, decidimos entrar na jacuzzi.. Eu, Fran, Yuri, Lahna e eu não lembro quem era o quinto elemento hahaha. Os planos eram entrar na Jacuzzi do Solarium (área coberta), entretanto naquele dia o Solarium estava "fechado", estavam trocando a água da piscina coberta e das jacuzzis... e resolvemos ir na descoberta, no convés.

Foi uma péssima ideia, porque estávamos ainda na costa Uruguaia, lugarzinho no mundo que venta HORRORES. A impressão que eu tinha é que ia facilmente, sair voando dali. Água quente, vento extremamente forte e frio, conjunto perfeito para uma bela pneumonia. Mas, Deus é bom e não nos deixou ficar completamente doentes... Passamos um frio danado, mas valeu a experiência (rs) hora de voltar para a cabine e dormir... passava das 5hr da manhã.

Sexta: Dia de tomar muito sol? Certo? Não!!! O Sol quase não apareceu... muitas nuvens!! Mas mesmo assim curtimos bastante o dia. A noite tivemos a melhor festa de todas, estilo anos 60/70 e nos divertimos muito, muito mesmo. Dançamos no elevador com o marinheiro, dançamos com o índio, tiramos foto com o índio, dançamos com a galera, conhecemos gente nova, ficamos muito loucos, acabamos com a Absolut de Vanilla do navio, foi tudo inesquecível. Cada segundinho! Fui dormir muito tarde, tipo as 06hrs da manhã rs

Acordei ceeeeedo no sábado, pouco antes das 10hr, e o objetivo era não dormir, e o nosso objetivo foi concluído com sucesso. Último dia no navio, e a saudade já era enorme. Muito sol! Foi um dia de muito sol e eu voltei neeeeeegra. Ficamos boa parte do dia na piscina, eu diria que o dia inteiro. No sábado já estávamos no Brasil de novo, quase não ventava. O sol queimava, demaaaaais! Mas valeu muito a pena. Voltamos para a cabine (não lembro que horário), nos arrumamos lindamente para o nosso último jantar e para a nossa última noite no Splenduor.

Os garçons fizeram uma despedida linda para nós, fiz questão de gravar. Recordação sabe, gostaria de voltar naquele dia só para reviver aquela noite inesquecível. Depois do jantar, passamos no Cassino, para nos despedirmos hahahaha depois fomos para o Viking e foi tudo muito legal. Não fiquei no bar até o final porque fui encontrar uns amigos em outro deck, e por lá acabei ficando até as 06hr30.

 Passei na minha cabine e subi para o deck 9, para encontrar o resto do pessoal e ir tomar café. Nosso último café no Splendour. O Navio estava atracando em Santos naquele momento, o dia estava nascendo.. eram 7 e pouco da manhã. Voltamos para a cabine, trocamos de roupa, juntamos o resto das nossas coisas, pois nossas malas tinham sido retiradas na noite passada.

Dali em diante tínhamos que seguir os procedimentos de saída do navio, esperar no tal lugar, para sair no tal horário. Entretanto, burlamos o sistema e saímos antes, estávamos exaustas e no final deu tudo certo. Terrível andar com aquele monte de garrafas, com a bolsa que tava pesadíssima, e depois ainda pegar a mala, mas no final deu tudo certo. Encontramos meus pais e de volta para a realidade. Era o fim do nosso Cruzeiro!

Chegar em casa foi triste, voltar para a realidade foi triste, lembrar que não teríamos mais do Splendour foi triste, mas ter aquelas lembranças era maravilhoso e ainda é. De vez em quando me pego pensando nos muitos sorrisos que dei no navio, e sonho em voltar. Já planejamos até o próximo, de tão inesquecível que foi.

Gente, tentei contar as coisas mais interessantes, mas é difícil selecionar. Tenho certeza que esqueci de muitos, muitos detalhes.

Não consegui contar detalhes de como foi uma chuva no mar, porque a história seria extensa, mas posso dizer que não senti medo e o navio balança bem mais, ver raios em alto mar é lindo, o brilho da Lua na água é inesquecível, quando a Lua não aparece, não é possível ver nada, pois tudo é uma escuridão única, impossível diferenciar mar e céu no horizonte.

Venta muito no convés, principalmente na Costa Uruguaia e a noite, é lindo encontrar outros navios em alto mar, fazer novas amizades e conhecer pessoas de tudo quanto é lugar é umas das coisas mais legais. Eu não teria outra coisa a dizer, se não fosse aconselhar todas as pessoas a fazerem um Cruzeiro, pois tenho certeza absoluta, que será a melhor viagem da vida de vocês.

Algumas fotos dos últimos dias...


Concurso de barrigada na piscina. Só os mais engraçados!



Apresentação das nações que compunham a tripulação. 



Foto com o Índio hahahaha



Jacuzzi no sábado. Sensacional *-*


É isso meus lindos... estou feliz de poder compartilhar minha felicidade com vocês ♥
Beijos, Lúcida Jessica

Comprinhas:O meu "Life Planner" by Paperview

domingo, fevereiro 22, 2015

Olá pessoal, alguém me diz quem não gosta de comprinhas???

Por que eu amoooo e outra coisa que eu "A-M-O" é organização e em um dos meus passeios pelo site da Paperview - Papelaria Fina  eu me apaixonei pelo Life Planner (um organizador semanal), e resolvi encomendar o meu para testar, na verdade fiquei mais emocionada quando recebi porque vem tudo mega embalado e personalizado.





E neste vídeo mostro cada detalhe para vocês, afinal é melhor ver do que falar.









É isso meus amores de agora em diante cada vez mais os nossos posts e vídeos terão essa pegada mais pessoal, então deixe aqui um comentário para sabermos se vocês estão gostando e querem que continuemos assim.


Beijos,

Clau

#diariodeviagem: Gastos, moeda e cédula de identidade

sábado, fevereiro 21, 2015

Uma das coisas que eu sou é organizada, ainda mais se for pra fazer algo grande como uma viagem. Mas confesso que não me programei para realizar o intercâmbio - só sabia que queria fazer -, e agora estou tendo que me policiar com que ando gastando.




Moeda..

Para quem não sabe a moeda daqui é o peso colombiano. Comparando com o real e com o dólar, ele é uma moeda muito desvalorizada. Para vocês terem uma noção, mil peso colombiano é o que equivale a R$1,10, e 100 dólares dá, mais ou menos, 240 mil pesos.

Uma das primeiras coisas que eu reparei quando cheguei aqui, são os valores das coisas. Tudo aqui é barato, roupas, sapatos, comida, táxi, ônibus, entre outros. Uma das coisas que tem os preços parecidos com o do Brasil, são os cosméticos.

Gastos..

Como não tinha nenhum dinheiro reservado, a única coisa que me salvou foi a bolsa da universidade que eu continuo recebendo. Não é muita coisa, mas da pra minha mãe me enviar USD 100 (dólares), que dá mais ou menos $240 (mil pesos colombianos).

Não ter muito dinheiro até que tem as suas vantagens, porque, de uma forma ou de outra, eu aprendo a ser mais econômica e gastar com as coisas certas. Claro, que as vezes a vontade de gastar fala mais alto e acabo comprando um livro, um creme, esmalte...

Aqui em Monteria, a minha média de gastos está em torno de $200. Só esse mês que eu gastei o dobro porque tive que pagar a cédula de estrangeira. Fora isso estou conseguindo me conter hahahaha. Uma das coisas que eu faço no Brasil e que também estou fazendo aqui, é juntar as moedas de valor alto e guarda-las para viajar ou fazer compras. No caso do Brasil, eu guardo para depositar na poupança (#dicadaGabi)

Os únicos gastos fixos que eu tenho aqui são da passagem de ônibus para a universidade e dos almoços de domingo. Aqui em Monteria (não sei se em toda a Colômbia é assim), domingo é o dia de descanso e as donas das pensões não cozinham, Ai eu, as outras brasileiras e as meninas que moram comigo, nos juntamos e fazemos algo.

Despesas com moradia, é a universidade que esta pagando.

Cédula de identidade...

Semana passada eu contei sobre o que aprendi vivenciando, justamente sobre a retirada da minha cédula de identidade. Quem acompanha o LF pelo Instagram (@lucidezfeminina) viu que eu compartilhei essa semana a minha cédula de estrangeria.

Com a cédula eu não preciso mais andar com o meu passaporte e posso viajar por toda a Colômbia portando somente ela. Eu paguei em torno de $150, mas o preço dela varia de acordo com o preço do dólar.

O post de hoje foi mais para vocês terem uma noção de como eu estou me virando com o dinheiro, quais são os meus gastos, o que a universidade daqui paga e outras coisas. Dúvidas, sugestões, pedidos, qualquer coisa, é só deixar nos comentários.

Beijos, beijos


#diariodeviagem: Gastos, moeda e cédula de identidade

Uma das coisas que eu sou é organizada, ainda mais se for pra fazer algo grande como uma viagem. Mas confesso que não me programei para realizar o intercâmbio - só sabia que queria fazer -, e agora estou tendo que me policiar com que ando gastando.




Moeda..

Para quem não sabe a moeda daqui é o peso colombiano. Comparando com o real e com o dólar, ele é uma moeda muito desvalorizada. Para vocês terem uma noção, mil peso colombiano é o que equivale a R$1,10, e 100 dólares dá, mais ou menos, 240 mil pesos.

Uma das primeiras coisas que eu reparei quando cheguei aqui, são os valores das coisas. Tudo aqui é barato, roupas, sapatos, comida, táxi, ônibus, entre outros. Uma das coisas que tem os preços parecidos com o do Brasil, são os cosméticos.

Gastos..

Como não tinha nenhum dinheiro reservado, a única coisa que me salvou foi a bolsa da universidade que eu continuo recebendo. Não é muita coisa, mas da pra minha mãe me enviar USD 100 (dólares), que dá mais ou menos $240 (mil pesos colombianos).

Não ter muito dinheiro até que tem as suas vantagens, porque, de uma forma ou de outra, eu aprendo a ser mais econômica e gastar com as coisas certas. Claro, que as vezes a vontade de gastar fala mais alto e acabo comprando um livro, um creme, esmalte...

Aqui em Monteria, a minha média de gastos está em torno de $200. Só esse mês que eu gastei o dobro porque tive que pagar a cédula de estrangeira. Fora isso estou conseguindo me conter hahahaha. Uma das coisas que eu faço no Brasil e que também estou fazendo aqui, é juntar as moedas de valor alto e guarda-las para viajar ou fazer compras. No caso do Brasil, eu guardo para depositar na poupança (#dicadaGabi)

Os únicos gastos fixos que eu tenho aqui são da passagem de ônibus para a universidade e dos almoços de domingo. Aqui em Monteria (não sei se em toda a Colômbia é assim), domingo é o dia de descanso e as donas das pensões não cozinham, Ai eu, as outras brasileiras e as meninas que moram comigo, nos juntamos e fazemos algo.

Despesas com moradia, é a universidade que esta pagando.

Cédula de identidade...

Semana passada eu contei sobre o que aprendi vivenciando, justamente sobre a retirada da minha cédula de identidade. Quem acompanha o LF pelo Instagram (@lucidezfeminina) viu que eu compartilhei essa semana a minha cédula de estrangeria.

Com a cédula eu não preciso mais andar com o meu passaporte e posso viajar por toda a Colômbia portando somente ela. Eu paguei em torno de $150, mas o preço dela varia de acordo com o preço do dólar.

O post de hoje foi mais para vocês terem uma noção de como eu estou me virando com o dinheiro, quais são os meus gastos, o que a universidade daqui paga e outras coisas. Dúvidas, sugestões, pedidos, qualquer coisa, é só deixar nos comentários.

Beijos, beijos


#LFviaja: Arrumando as malas!

sexta-feira, fevereiro 20, 2015

Olá meninas, no último sábado(14/02) fui viajar para Franca (interior de SP) adoro curtir o carnaval por lá (aproveito para rever a família).

Sobre essa tag: #LFviaja tentaremos usá-la cada vez que cada uma de nós viajarmos e se pegar vira item fixo aqui do blog para facilitar as buscas de vocês.

Como passei 4 dias lá, levei coisas para estudar e uma gama dos meus artefatos tecnológicos (entenda-se aí como notebook, câmera, cartões de memória, cabos e carregadores, etc.), além do meu travesseiro, roupas e produtos de higiene.

Vejam como organizo tudo:






É isso meus amores espero que tenham gostado!

Beijos,






P.S.:No vídeo detalhei como organizo (como disponho as coisas na mala), logo se quiserem saber o que levo em necessaire de viagem, como monto looks,  mala para o campo ou praia, produtos que uso, entre outros detalhes sinalizem nos comentários porque aí faço vídeos para cada tema, pois pra colocar todas essas informações num só vídeo gasta um tempo absurdo e vídeo torna-se generalista e extremamente chato.


P.S.S: Esse é o novo formato de postagem do LF - textos menores, às vezes com vídeos e bem mais pessoais, precisamos e queremos muito saber se isso está agradando vocês, então não deixem de comentar aqui ou no nosso canal no YT (Ainda não é inscrita? O que está esperando para inscrever-se? Quem está inscrita sempre assiste e recebe as novidades primeiro).


Testei: Creme para as mãos - Mary Kay

quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Uma das coisas que toda mulher deve ter na bolsa é um creme para as mãos. Eu não sei você, mas eu não consigo ficar com as minhas mãos ressecadas ou com aspecto de sujas. Um que recomendo - e também é o meu preferido - é o Luvas de Silicone, da Avon. Não é caro e o aspecto dele é maravilhoso. Mas, desde janeiro, resolvi testar o creme para as mãos, da Mary Kay.




Um dos critérios que eu elejo, se um creme para as mãos é bom ou não, é se ele deixa o aspecto de algo grudento depois de utiliza-lo. Se isso acontece, já vou logo lavar as mãos. Não consigo ficar com elas sujas, ou com a sensação de que estão. E claro que o cheiro também conta, na hora de escolher qual vou usar/comprar.

Já tinha utilizado alguns produtos da Mary Key, como a base, e fiquei ansiosa em testar o creme para as mãos. Adorei. Ele não é pegajoso, tem cheiro de pêssego e é bem consistente. No verso do produto, vem dizendo que ele mantém a pele hidrata por até 24 horas, mas não posso confirmar pra vocês, porque toda vez que lavo as mãos e já estou passando ele.







Como ganhei da minha mãe, não sei quanto custou, mas acredito que tenha sido em torno de R$30. Agora quero saber, quais cremes para as mãos vocês costumam usar? E quais indicam?

Beijos, beijos




Não tenha vergonha do seu corpo

segunda-feira, fevereiro 16, 2015

Nunca fui obcecada por ter um corpo a la Gisele Bundchen, mas também não saio por ai comendo tudo que vejo pela frente. Desde pequena aprendi que ter uma alimentação saudável é o segredo para ter uma boa saúde. E claro que de vez enquanto "enfio o pé na jaca", mas o que seria da dieta se não tivéssemos os doces e os fast-food? Nada, não é!

Me peguei pensando no corpo feminino e como nos vemos no espelho, depois de voltar da primeira praia que conheci na Colômbia. Sempre gostei de praia, porém me sentia envergonha e insegura (#quemnão?) por ter que ficar de biquíni na frente de diversos pessoas.

E sabe o que é engraçado? Não senti nada disso. Não sei se é porque estou fora do meu país e com pessoas desconhecidas, mas simplesmente, quando toquei os pés na areia, já comecei a tirar a roupa. Fato controverso, porque a maioria das colombianas se banham vestidas (vou pesquisar o porque disso e trago pra vocês).

Diante disso, eu mesma me questionei: "Afinal porque eu tinha vergonha do meu corpo?". Ok, não sou esbelta, tenho coxas grossas, quadris largos e uma barriguinha, que no futuro quero eliminar, porque agora, sabe como é, faculdade, trabalho, intercâmbio e um pouco de preguiça também.

Sei que devemos nos aceitar do jeito que somos, mas também sei que não é uma tarefa 100% fácil, principalmente  com a mídia nos dizendo que existe um certo padrão de beleza. E quando o quesito é relacionamento? Ai a mulherada fica louca, achando que todos os homens só gostam das mulheres que tem seios grandes, barriga zero e pernas torneadas. Uma doce ilusão de todas nós.

Aprendi a me aceitar e não ficar com tantas neuras, só porque ganhei 1kg a mais. É um processo difícil, isso eu te garanto, mas quando ficamos nua na frente do espelho e achamos aquela imagem bonita, é porque finalmente você conseguiu se aceitar.

Nada é mais encantador do que ver uma mulher andando na rua com um sorriso de orelha a orelha, nos dizendo que ela é feliz independente dos padrões de beleza impostos, e do que as outras pessoas pensam.

Beijos, beijos



{Esse é um dos primeiros posts que eu faço, com um tom bem mais pessoal. Quero saber se vocês acharam desse, e se eu devo continuar a fazer outros assim. E para quem não sabe eu tenho um blog pessoal, o Juras Eternas aonde eu escrevo de uma forma mais literária, quem se interessar o link é www.gabyzinhastar.wordpress.com}