Como que é viver na Colômbia

quinta-feira, maio 12, 2016

Eu sei, eu sei, era pra esse post ter saído a dois mil anos atrás. Mas o fator TCC + dois estágios não estão dando brecha pra eu me dedicar ao blog.  
-- 
Depois de mais de um ano que voltei da Colômbia, foi que me dei conta de que não fiz nenhum post contando como que é viver lá. E como eu sei que tem leitores que gostam de viajar, gostam de saber mais sobre o lugar pra qual estão indo, vim contar a minha experiência de vivência com os colombianos.  
Antes mesmo de pisar no país eu tentei me desfazer de qualquer tipo de preconceito, pra que ele não interferisse na minha relação com as pessoas e com o "novo" que me esperava. E já digo de antemão que foi a melhor coisa que  fiz. Claro que o medo estava toda hora batendo à porta, mas, pra mim, ele só fortaleceu os pensamentos positivos sobre o que seria o intercâmbio.  
A Colômbia não é nada daquilo que as pessoas contam. Claro que há a violência, pobreza, pessoas querendo se aproveitar de você, entre outros, porém isso tem em qualquer lugar do mundo. Diferente da imagem negativa que muitas pessoas possuem do país a Colômbia é um local acolhedor, alegre e o seu povo sempre está disposto a ajudar um estrangeiro.  
Viver na Colômbia (e acredito que seja assim em qualquer outro país), é você fazer parte de uma nova  cultura, aprender que eles não jantam e comem fritura desde o café da manhã, que a sopa é um prato que vem acompanhado na refeição e que, praticamente, todos os estabelecimentos servem chá gelado no combo de prato feito.  


Para que vocês não ficassem só com a minha experiência, pedi pra a Amanda e pra Chris (pessoas
maravilhosas que o intercâmbio me presenteou), contar a experiência delas de viver na Colômbia.  

"Viver na Colômbia durante seis meses - por conta do edital de intercâmbio BRACOL/BRAXCOL - continua sendo para mim a experiência mais louca e gostosa que já vivi na minha vida no auge dos último 26 anos, hahahahaha. Conhecer outro país era um sonho que tinha desde pequena - nem me lembro quando começou - e ter tido a oportunidade de não apenas viver, mas morar em um outro país foi algo completamente além de tudo o que já sonhei até agora. Foram seis meses imersa em outra realidade, cercada por uma nova família, novos amigos, nova cultura e vivências completamente diferentes das minhas. A Colômbia é um país rico em todos os sentido: de cultura, de religião, de pontos turísticos, crenças, valores e especialmente de pessoas, então fico imensamente grata por ter tido essa oportunidade que foi mais do que eu podia imaginar. Colômbia és vida!" (Amanda)


"Morar em outro país é algo que exige um exercício constante de desapego e abertura para o novo. Embora tenha passado apenas seis meses na Colômbia, encontrei muitas diferenças culturais, algumas mais difícieis de superar do que outras. O que fazer diante disso? Pode-se reijar a nova experiência e manter o apego aos costumes brasileiros, ou encarar com humor e coragem o diferente que se apresenta. EScolhi a segund aopção e não me arrependo. Dessa forma eu pude conhecer pessoas maravilhosas, comer abacate com sal e vinagre, tomar suco de tamarindo e cerveja com gelo, viajar bastante, me hospedar de graça na casa de conhecidos, aprender a dançar reggaeton e champeta, e fazer amizades para a vida toda. Para isso é preciso humildade e empatia para ver com os olhos do outro, e muita ousadia para encarar tudo de peito aberto." (Chris)

Na ponta esquecer em cima, Amanda, em baixo é a Chris e ao nós três juntas em Montería
Também trouxe pra vocês o relato de um colega da faculdade que estava muito na dúvida se tentava ou não o intercâmbio, e eu acabei o convencendo de ir e o ajudei nos tramites da viagem.  
"Colômbia, nunca pensei que um dia este país fosse me proporcionar experiências maravilhosas e recordações inapagáveis. Durante a minha estádia (seis meses), percebi o quanto os colombianos são pessoas generosas e acolhedoras. Todas às vezes que estava passando por alguma dificuldade para entender alguma matéria da faculdade, os professores e amigos de classe me explicavam quantas vezes fosse necessário, ou até mesmo, quando pedia alguma informação na rua. As pessoas eram super atenciosas e sempre paravam para me ajudar. No inicio eu não tinha muita noção do idioma, mas com o tempo meu espanhol foi melhorando e quando já estava tendo uma melhor desenvoltura, tive que regressar para o Brasil. A experiência foi muito marcante. No começo a gente tende a ter um pouco de medo e quando menos esperamos já estamos chamando aquelas pessoas de família. Hoje, é muito comum eu falar para os meus pai a seguinte frase: "Mais tarde vou fazer uma ligação pra minha mãe colombiana". A experiência foi muito rica e conviver com uma família colombiana é a oportunidade de conhecer a rotina deles, seus costumes, suas tristezas e alegrias." (Matheus) 





Acho que vocês conseguiram captar um pouco de como que é a Colômbia e como que é morar nesse país incrível.  
Deixem aqui nos comentário falando o que vocês acham do país e se algum já morou fora, conta pra mim como que foi a sua experiência.  

Beijos, beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conte o que você achou do post, adoramos receber elogios, críticas construtivas e sugestões de temas.