Se encante com o som da dupla Anavitória | #BEDA30

terça-feira, agosto 30, 2016

Eu tenho um vicio. Todas as bandas, cantores, duplas ou trios que não conheço já vou baixando o disco atual pra conhecer e que sempre acaba resultando em um caso de amor ou desgosto.  E a dupla Anavitória, que conheci no domingo, foi uma paixão tão imediata que não consigo parar de ouvir.



Ana (20) e Vitória (19) se conheciam de vista, estudaram na mesma escola, mas foi através de uma amiga em comum que acabaram se aproximando, devido o interesse pela música. Um certo dia se juntaram e gravaram um cover, voz e violão, de "Um dia após o outro", de Tiago Iorc. Ana e Vitória deixaram o medo de lado e enviaram o vídeo para o Tiago, que na época estava montado o selo Forasteiro para lançar artistas independentes. A dupla gravou seu primeiro EP com quatro músicas, sendo duas autorais e dois covers. O repertória foi criado em conjunto com Tiago e Simas. 

Ana e Vitória são de Araguaína, Tocantins, mas atualmente moram em outros estados. Ana faz medicina em Araguari (MG) e Vitória, faz teatro em SP. Mas a distância não impede que as duas se encontre para compor, ensaiar, fazer um som e realizar shows, que por sinal, a turnê de lançamento do primeiro CD começa em setembro e passa por diversas cidades do país. 

Sabe aquele som que gruda no ouvido e aquela letra que você fica cantarolando o dia inteiro? Então, é dessa forma que você fica quando escuta Anavitória. A voz das duas possui uma sintonia e harmonia que você não se cansa de ouvi-las. As minhas preferidas é "Chamego meu", "Cor de Marte" e "Nós".











Bom vicio pra todos. 

Beijos, beijos


Como usar: Mix de anéis | #BEDA29

segunda-feira, agosto 29, 2016

Criado para ser um símbolo de autoridade e de respeito, o anel, hoje em dia, serve para determinar o tipo de compromisso que uma pessoa tem com a outra e, claro, embelezar os dedos. Na época que foi criado, apenas hebreus, gregos e romanos que usavam, já os escravos eram proibidos. Outra ocasião aonde o anel  é usado pra distinguir algo são nas profissões (quem ai não sonha em ganhar um anel de formatura?), como por exemplo a pedra rubi que é usada por advogados e jornalistas, anéis com a pedra safira são para engenheiros e filósofos, e assim por diante. 

Eu adoro anéis, acho lindo, mas tenho muita (muita mesmo) dificuldade em achar a minha numeração (sim, os anéis são por números e o meu é 9). Mas como boa brasileira que sou - não desisto nunca -, de vez em quando encontro alguns pra chamar de meu, ou só pra ficar desejando mesmo hahaha. Atualmente só uso dois, um no dedo médio da mão direita e a aliança de namoro na esquerda. 

Mas tirando a minha dificuldade de encontrar anéis - já me conformei que sou um caso a parte, trouxe pra vocês algumas inspirações de como usar mix de anéis, porque agora não tem mais aquela coisa de "não pode usar vários anéis no dedo", pode e deve. Vem se inspirar!






Todas as imagens foram retiradas do Pinterest, aproveita e vem conferir mais formas de usar mix de anéis. 

Beijos, beijos

Gabi

Resumão da Semana | Tudo que Rolou no LF #BEDA28

domingo, agosto 28, 2016

Olá pessoal, hoje resolvemos fazer um resumo de tudo que passou pelo LF na última semana.
Tivemos posts com entrevista, dicas de produtos e tendência e style.


#BEDA22
Na segunda-feira tivemos uma entrevista para lá de bacana com um exemplo de empreendedorismo com a mineira Yvone Lobato.
Yvone tinha uma confecção no ramo têxtil, mas resolveu inovar e criar a Fit Laser. Continue Lendo.

#BEDA23
Na terça-feira trouxemos um estilo e um conceito de roupas pra usar no dia-a-dia, estilo esse que a Lúcida Ana Claudia apelidou de Street Fashion, nada mais nada menos que uma maneira de sair de casa bela e confortável. Continue Lendo.

#BEDA25
Na quinta-feira apresentamos sugestões e inspirações de como usar a calça flare.
Looks versáteis para quem ainda tinha dúvida de como usar uma flare. Continue Lendo.

#BEDA26
Na sexta-feira quem deu as cara por aqui foi a Lúcida Beatriz e falou que faz uma misturinha milagrosa com um Creme de Pentear + Day After (ambos da linha Tô de Cacho). Continue Lendo.

#BEDA27
No sábado com intuito de ajudar vocês a estarem com uma pele incrível para curtir a noite de sábado, mais uma vez demos uma super dica pra acabar com a oleosidade. Continue Lendo.


Creme Anti Oleosidade | #BEDA27

sábado, agosto 27, 2016

Lindas, o assunto hoje é sobre pele oleosa e esse creme que nãããão faz milagre!






Comprei na Ikesaki do Shopping Tucuruvi, acho que paguei por volta de uns 15 reais, é da Native, marca que eu nunca ouvi falar, porém, tudo tem que ser testado na vida né non.
Tem extrato de frutas cítricas, e elas ajudam na formação e manutenção da saúde das células, são ricas em vitamina C (que auxilia na formação de colágeno).
  • O que ele promete: Controlar o excesso de oleosidade, ajudando a prevenir o aparecimento de acnes.

  • Modo de Usar: Limpe bem a pele onde será aplicado o produto, aplique uma fina camada de duas a três vezes ao dia, massageando suavemente com movimentos circulares até a total absorção do produto.

  • O que eu achei: Funciona se você fizer certinho, não faz milagre! Tem que usar 3 vezes por dia, manter a pele limpa, saudável, hidratada. Lembrando que tomar bastante água no dia a dia é FUNDAMENTAL, fazer aquela visitinha ao seu dermatologista também é bom. Mas o cheirinho desse creme não é o melhor do mundo, porém, aceitável.

Me ajudou bastante, mas de vez em quando a oleosidade volta um pouquinho. Cada organismo vai reagir de um jeito, nunca dá pra saber ao certo, só testando!



Espero que tenham gostado da dica!
Beijinhos!


                                                                                 

Misturinha Milagrosa | #BEDA26

sexta-feira, agosto 26, 2016

Oi meu amores!
Carinhosamente vim compartilhar um segredinho básico com vocês, que dá muito certo no meu cabelo.
Vocês já conhecem e estão cansadas de ouvirem falar desses dois produtos da Linha Tô de Cacho, eu sei!




Assim como vocês, eu aaaaaaaaaaaamooooooo essa linha e não consigo deixar de usar por nada nesse mundo.

Em um dia, a toa, que eu estava realizando uma hidratação do meu cronograma capilar, resolvi fazer fitagem com esses dois produtinhos, não sabia se ia dar certo, se meu cabelo ia aceitar, não sabia de nada, foi tiro no escuro.
E deu muito certo!




Passo mais ou menos essa quantidade, e vou fazendo a fitagem, depois que acabo ainda passo mais um pouquinho de gel, amassando os cachinhos. Depois de totalmente seco eu vou soltando com os dedos, vou levantando a raiz com os dedos pra deixar bem armado.

Dica pra quem gosta de deixar sem definição: usa o pente garfo sem medo e intercala com os dedos, que fica shoooooow!

Façam o teste, e me contem ou me contem se já fazem esse segredinho!
Espero que tenham gostado da diquinha básica!
Beijinhos!

                                                                                   

Como Usar Calça Flare | BEDA25

quinta-feira, agosto 25, 2016

Oi pessoal, hoje eu trouxe várias inspirações de look com calça flare.
A flare já está há algumas temporadas com a gente e não tem data pra ir embora, mas mesmo se você ainda têm dúvidas de como montar um look babadeiro com uma flare esse post é perfeito pra acabar com estas dúvidas, então vamos aproveitar para arrasar por aí.
Confiram os looks que escolhi em mais uma das minhas pastinhas Pinterest:










Além desses looks, tem várias outras inspirações na pastinha como flares jeans, de bandagem, camurça, elanca, com cores sóbrias ou com estampas étnicas.
Na minha opinião é uma calça versátil, pois é fácil encontrar versões tradicionais e sociais, casuais, e aquelas cheias de estampas, recortes e aplicações que combinam muito bem com hit folk (tendência de franjas) e com os estilo hip chic.
Além disso, as peças emagrecem, alongam a silhueta, enfim sou mais que apaixonada.
Entre as jeans, as de cores sóbrias e as estampadas tenho cerca de 10 peças e cada vez que vejo uma a mão coça pra comprar mais uma <3.



Street Fashion - Um Estilo Pra Chamar de Seu | #BEDA23

terça-feira, agosto 23, 2016

Olá pessoal, vim aqui pra compartilhar com vocês minhas inspirações de look pro dia a dia que eu carinhosamente apelidei de Street Fashion, ou seja, looks pra sair por aí de maneira fashion e confortável.

Street Fashion

Às vezes saímos de casa para trabalhar, ir ao médico, almoçar "cazamigas" enfim compromissos do dia a dia mesmo, e ficamos desesperadas perdendo tempo em frente ao guarda-roupas procurando um look adequado.











A verdade é  que meu companheiro pra essa situações é o Pintrest e foi lá que criei a pastinha Street Fashion com esses looks e muitos outros.

Espero que tenham gostado dos looks e deixem aqui nos comentários temas e sugestões que trago para vocês mais inspirações.
Beijos,
Clau


Entrevista com Yvone Lobato | Fit Laser #BEDA22

segunda-feira, agosto 22, 2016


Olá pessoal! Há alguns dias tive o prazer de entrevistar por telefone a Yvone Lobato, criadora da empresa mineira Fit Laser.
Acreditam que a Yvone me convidou pra tomar um café com ela quando eu estiver em BH (agora me falem, tem como não amar o povo de Minas?).

Yvone Lobato tinha uma confecção no ramo têxtil, mas com o passar dos anos viu, assim como os demais empresários brasileiros, a economia esfriar quando chegaram ao nosso território os produtos chineses baratos e sem qualidade.

Em meados de 2003, para tentar vencer o comércio chinês, Yvone, que sempre foi criativa, pensou numa ferramenta que lhe ajudasse a produzir com acabamento de qualidade (coisa que os produtos chineses não ofereciam) e que não demandasse tanto investimento. Ela teve uma ideia e, junto com o cunhado engenheiro, criou a Fit Laser, um sistema elétrico que permite fazer cortes precisos no tecido, sem desperdício. E foi com essa ferramenta que a empresária conseguiu se posicionar novamente no mercado. Porém, ela não poderia imaginar as proporções que sua invenção poderia tomar.

E agora eu conto através desse bate-papo como nasceu a Fit Laser, sua evolução e como essa incrível ferramenta auxilia muitas pessoas (sendo a maioria mulheres) a empreender e a aumentar a renda familiar.

LF: O que é a Fit Laser?
YL: Uma pequena máquina para corte de tecidos sintéticos que auxilia na criação de fuxicos, flores, bonecos e bichinhos, facilitando a vida dos artesões.

LF: Depois da criação da Fit Laser, você ainda continuou com sua confecção?
YL: Sim, por cerca de dois anos toquei os dois negócios, mas a Fit Laser tomou proporções maiores e acabei me dedicando somente à minha invenção.

LF: Como a Fit Laser gera lucros para grandes confecções?
YL: Com a Fit Laser, retalhos de tecidos sintéticos que antes iam parar no lixo, podem ser transformados em aviamentos para a própria confecção, trazendo mais uma fonte de renda para o artesão e contribuindo também com a sustentabilidade.

LF: Como a Fit Laser contribui com os artesãos?
YL: A Fit Laser é um investimento de baixo custo que, aliada à habilidade do artesão, diminui o tempo de execução e oferece produtos com ótimo acabamento.

LF: E os moldes para recorte, onde entram?
YL: São como acessórios usados na Fit Laser II com temas variados (flores, folhas, bichinhos etc. São mais de 100 opções) para que o artesão recorte a "figura" diretamente no tecido.

LF: O que diferencia a Fit Laser II da Fit Laser III?
YL: A Fit Laser II é o carro-chefe da marca e é voltada para o artesanato. Já a Fit III tem como alvo o corte de bainhas e o recorte de estampa, sem que haja qualquer desfiado.

Yvone nos contou também que já participou como convidada do SEBRAE - MG da Feira de Empreendedores e de outros eventos do SEBRAE NACIONAL, que já premiou a empresária em outras ocasiões. 


Yvone com a Fit Laser II 

Yvone com produtos criados a partir dos moldes da Fit Laser II


Atualmente a empresa gera 17 empregos diretos e 5 indiretos. Elá está presente em todos os estados brasileiros, conta com um showroom em Belo Horizonte, uma loja online e um canal de vendas 0800.

E o mais legal é que a maioria dos artesãos clientes da marca são mulheres que viram na Fit Laser a oportunidade de empreender e aumentar a renda familiar, assim como eu disse no início do texto.

E se você leitor(a) se interessar por este produto incrível, acesse o site Fit Laser. Lá você poderá comprar online e tirar qualquer dúvida.

Ficam aqui os meus agradecimentos:

À Yvone, que foi um doce e cedeu seu tempo, contando mais sobre sua vida e a Fit Laser.
E às meninas da Benedita Comunicação (Flávia e Letícia), que intermediaram todo o processo para que pudéssemos produzir o conteúdo do post de hoje.

#Testei: MaxLove, Ricosti, Payout e BellaFemme e mais | #BEDA17

quarta-feira, agosto 17, 2016

Quem acompanha a mais tempo o Lucidez, sabe que eu não sou muito viciada a maquiagens. Tenho o básico, sei fazer o básico, mas de vez em quando compro alguns itens de marcas que ainda não conheço, para testar. Nos últimos meses terminei alguns produtos e comecei a usar novos. Não foram muitos, mas eles acabaram ganhando meu coração.  




#1: Blush, Max Love: Eu adorei a nova embalagem da marca (me lembra a MAC) e a cor que estou usando é a nº12. Ele é mais puxado para o rosa, mas usado com moderação ele deixa aquele ar de saudável no rosto, sem ficar marcado. 

#2: Pó base, Payot: Esse é o primeiro produto que uso da marca e a diferença dele, é que pra ser usado como base,  você tem que umedecer a esponja, passar no produto e ai aplicar no rosto. Como estamos no inverno e a pele fica mais clara por conta da ausência do sol, estou usando o produto só como pó. Na questão da base eu vivo em uma relação de amor e ódio, porque se você molha muito a esponja ai seu rosto vai ficar todo "melecado" e se você coloca pouca, não vai a quantidade suficiente pra esponja. E o segredo é achar a quantidade certa de água (ainda estou a procura).  

#3: Caneta delineadora, BellaFemme: Você que gosta de um olho gatinho, mas não tem muita prática precisa conhecer essa caneta delineadora. A minha irmã comprou na 25 de março, quando ela me deu olhei um pouco torto, mas a "bicha" é boa em! A caneta tem a ponta fina, é bem preta e a prova d'água. Eu já usei delineador liquido e tive mais facilidade em fazer o rabinho com a caneta.  

#4: Base liquida tonalizanteDailus: Depois de muito tempo (muito mesmo) de uso, finalmente essa base acabou. Como ela é liquida e minha pele é oleosa, só usava nos dias frescos. Ela não tem um a boa cobertura, mas é ótima pra ser usada durante o dia com uma maquiagem mais leve. O que eu mais gosto na base, é que ela mesmo uma tonalizada e deixa o rosto com aspecto natural de "acordei assim".  

#5: Batom líquido, Ricosti: O queridinho da vez é o batom Bem me quer, da Ricosti, que possui boa fixação e durabilidade. Sobre ele, a única coisa que tenho a dizer é COMPRE.  

Esses são alguns dos produtos que não saem da minha necessaire. Alguém já testou alguns deles? O que acharam? 

Beijos, beijos


Se empoderando com o TED | #BEDA16

terça-feira, agosto 16, 2016

Navegar na internet é uma viagem sem fim. Você entra no email, facebook, instagram, recebe um link de uma matéria de um amigo, clica nele, ai descobre algo interessante clicando em outro site, e clica, clica, clica, as horas vão passando e quando você vê já é outro dia e você ainda não conseguiu ver nem a metade do que tinha planejado. Eu passo por esse dilema todos os dias, e sei bem como que é isso. E como futura jornalista, é meu dever sair por ai casando as coisas e estar a par do que ando acontecendo no mundo.

Em uma dessas "andanças", acabei conhecendo o TED (Technology, Entertainment, Design) que é uma série de conferências realizadas na Europa, Ásia e nas Américas. Ele é uma organização sem fins lucrativos, com o objetivo de difundir ideias e experiências de vida de diversas pessoas. A maioria dos vídeos estão inglês, mas tem alguns que possuem legendas e outros que são de pessoas brasileiras.



Depois que você assiste o primeiro fica difícil deixar de acompanhar, princialmente os "talks" que eles realizam. Eu já assisti palestras da Bel Pesce, Jout Jout, Georgia Gabriela, Chimamanda Ngozi entre outros. Os vídeos não são tão longos e cada um possui um ensinamento para oferecer. Abaixo separei alguns que valem (muito) a pena ver. Há, eles possuem um canal no youtube o TEDx Talks.







Me contem, alguém já conhecia o TED?

Beijos, beijos


Volta as aulas | #BEDA15

segunda-feira, agosto 15, 2016

Semana passada eu fiz um post contando qual a minha grade horária esse semestre na faculdade e disse também, que compartilharia minha rotina com a faculdade, pois bem! Hoje vou contar como foi a primeira semana de aula e um pouco sobre cada matéria.

Acho que de todas, a que mais me deixou apreensiva, foi a Topografia. Essa coisa de matemática me assusta um pouco, porque não tenho muita facilidade com a matéria, a não ser que eu entenda hahahahaha. Na nossa primeira aula, tivemos uma revisão de matemática, que continuará nas próximas três aulas. No primeiro dia, falamos sobre Notação Científica... Como eu disse na quinta: Se prestar bastante atenção, da tudo certo! rs

Topografia é o estudo do solo, é a ciência que estuda todas as características presentes na superfície de um território, como o relevo e outros fatores próprios de uma região. Como toda matéria complexa, envolve muitos números hahaha


Sobre a aula de Introdução ao Projeto de Paisagismo, nós basicamente falamos sobre o verde nas cidades e a importância do verde na área urbana. Apresentamos nossas impressões sobre um texto, um trabalhinho feito em trio na aula e temos um seminário hoje para apresentar em dupla, sobre um Arquiteto Urbanista e Paisagista, sua Cronologia e Principal Obra. O Arquiteto da minha dupla é o Mestre Valentim, não fez muitas coisas, mas temos um conteúdo bacana para apresentar.

Tive aula de Laboratório de Arquitetura e Urbanismo, que aborda mais as questões urbanas. É voltado para o Urbanismo, coisa que eu adoro. Mas não falamos muito da matéria na primeira aula.
E por fim, tive também Projeto de Arquitetura, Desenho e Espaço. Aula super de boa, faremos um conjunto habitacional, e eu tenho certeza que teremos muito trabalho. Será um projeto em equipe, e tudo o que eu puder passar para vocês do projeto, passarei durante o curso.

Enfim, queria somente contar para vocês como foi meu primeiro contato com o terceiro semestre e as matérias. Agora que as coisas irão começar de vez e conseguirei focar nos projetos e passar o dia a dia para vocês.
Beijos grandes

#Receita: Panqueca americana com caldas de chocolate e laranja | #BEDA14

domingo, agosto 14, 2016

Depois de um bom tempo sem me arriscar na cozinha, resolvi voltar e comecei cozinhando um prato que adoro, panquecas. Eu já tinha feito outras vezes panqueca recheia, mas nunca a panqueca americana. E como ontem a noite estávamos só Thami e eu em casa, resolvi fazer pra nós.



Fazer panqueca é algo muito fácil e que qualquer pessoa consegue fazer. Pra massa, você vai precisar de:

  • 1 e 1/4 de xícara (chá) de farinha 
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de sopa de manteiga derretida
  • 1 colher rasa de sopa de fermento em pó
  • 2 ovos levemente batidos
  • 1 pitada de sal
 Agora vamos ao preparo. Primeiro, eu bati por, mais ou menos, 20 segundo os ovos no liquidificar. Separei e fui para os ingredientes secos. Em um travessa peneirei a farinha, juntei com o fermento, açúcar e a pitada de sal. Misturei. Em uma panela derreti a manteiga e em seguida joguei no recipiente com os ingredientes secos. Após a manteiga coloquei os ovos e o leite.

Pra você saber se a massa está no ponto ou não, ela não pode dar bolhas e não precisa estar rasa, basta está escorrendo da colher/garfo (ou o que você for usar pra misturar).


No fogo é importante que a frigideira seja antiaderente, porque se não as chances da massa grudar são grandes. Eu gosto de jogar um fio de óleo (uma coisa bem sútil) e pra saber a quantidade de massa que vai, eu messo por uma concha de feijão. Já no fogo, quando a massa começar a borbulhar você já pode ir desgrudando e virá-la. Fiquem atentos a massa, porque ela fica pronta muito rápido e se não ficar atento ela pode queimar.

Pra calda de chocolate eu usei:                              Pra calda de laranja:

#1 colher de manteiga                                            #1 copo de suco de laranja
#1 colher de sopa de açúcar                                   #1 xícara de açúcar
#2 colheres de sopa de achocolatado                     #1 colher de amido de milho

Ambas as caldas eu juntei todos os ingredientes, levei ao fogo e mexi até que estivesse começando a engrossar.

Caldas e panquecas prontas, é só atacar!


A receita rende oito porções.

Quem mais gosta de panqueca? Depois me contem se conseguiram fazer a receita.

Beijos, beijos




Iris Apfel e a moda através de suas roupas | #BEDA13

sábado, agosto 13, 2016

Uma das coisas que sou viciada, é no Netflix. Filmes eu nem costumo assistir tanto, mas séries e documentários se deixar eu passo a tarde toda passando de um a outro. Como o meu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) foi um documentário, a minha orientadora recomentou que Magu e eu assistíssemos o máximo de produções como forma de referência na hora da montagem. E atividade dada, é atividade cumprida.

O primeiro assistido foi Iris, que conta a trajetória da sua vida, mostrando como é a relação dela com o marido, o que os acessórios representam pra ela, como foi organizar uma exposição e como que é sua casa. No filme também podemos ver Iris em eventos, conversando com personalidades como o designer Alexander Wander e o rapper Kanye Wast.

O documentário mostra como que é a vida dessa mulher da terceira idade, que tem como paixão colecionar coisas e garimpar o que há de melhor. E esse melhor, pra você e pra mim, muitas vezes não é o mais bonito, mas sim o mais estiloso e o que vai fazer com que as produções de Iris tenham uma cara e um significado diferente.

Uma das impressões que eu tive, é que em alguns momentos o olhar de Iris se distancia do local em que ela está, mostra um cansaço de tudo aquilo, de como os fatores da idade estão a cada dia se revelando e, consequentemente, como as prioridades vão mudando. Ela gosta dessa correria, mas sabe que é cansativo e que muitas vezes o corpo reclama.






Iris é um daqueles documentários que quem gosta de moda tem que assistir. Ele faz você ter uma visão diferente do que é estilo e aprender a dar mais atenção a peças de brechós.

Alguém já assistiu?

Beijos, beijos








Aonde se hospedar em Belo Horizonte | #BEDA11

quinta-feira, agosto 11, 2016

Escrevo esse post com um sorriso no rosto, porque esse ano foi a primeira vez que eu fiquei hospedada em um hotel (sim, acredite se quiser). Já fiquei em pousada, hostel, casa dos outros, mas não em um hotel com almoço e jantar incluso (estou me sentindo a fina kkkk). Passei uma semana em Belo Horizonte fazendo um treinamento de um programa que será executado aonde trabalho.

O hotel aonde ocorreu o treinamento, é o Normandy. Ele fica na Rua dos Tamóios (paralela com a Afonso Pena) e é perto de tudo, shopping, rodoviária, lojas do centro, Palácio das Artes, entre outros. Por ter sido minha primeira experiência em um hotel, não vou poder fazer uma comparação com outros locais, mas as impressões que eu tive foram:

#1: Bom atendimento: Desde o check-in, passando pelas camareiras até os garçons, todos foram muito educados. Principalmente na hora das refeições, que o hotel teve o cuidado de reservar as mesas para o pessoal do treinamento como forma de controle na hora de servir as bebidas.

#2: Ambiente limpo: Todos os locais que você percorria do hotel estava impecável, principalmente os banheiros.

#3: Comida boa: Eu não sei vocês, mas, pra mim, pro ambiente que estou ficar dez a comida tem que ser boa. E as refeições do Normandy são boas. O restaurante do hotel é aberto ao público na hora do almoço e conta com variedade de saladas, acompanhamento, arroz, bebidas e doces. Café da manhã e janta, segue o mesmo padrão.

#4: Quarto grande e confortável: O quarto que fiquei era duplo e grande o suficiente pra não ficar nada espalhado pelo chão. As camas eram separadas, ao meio tinha um móvel com um telefone, de um lado a janela, ao lado o guarda-roupa (com cofre e cabides), na parede oposta tem uma mesa com duas cadeiras e em baixo vem o frigobar. Na parede de frente pras camas tem a TV e o banheiro é algo a parte. Não sei se já comentei com vocês, mas eu sou um pouco fissurada em banheiros. O do hotel é de tamanho mediano, com uma pia grande, espelho grande e a área do box grande (o melhor).





E se você está procurando um local pra hospedar em Belo Horizonte, vale a pena procurar o Hotel Normandy.

Beijos, beijos

{As fotos retiradas do site do Hotel}




10 Coisas que todo Estudante de Arquitetura precisa ter | #BEDA10

quarta-feira, agosto 10, 2016

Foi difícil pensar no que falar, no que trazer para o blog hoje, mas acho que o meu assunto da semana ainda está sendo a faculdade. Eu só tive duas aulas ainda. As terças eu elimino a matéria (que é online) e não preciso fazê-la, então por hora, não vou entrar no mérito de falar com foram as aulas e as matérias, isso eu farei na semana que vem :)

De primeiro instante, vou contar um pouco dos materiais essenciais do nosso curso. Para montar esse post, me juntei com a Beatriz e listamos as 10 coisas mais importantes ao nosso ver.

Coisas que todo Arquiteto ou Estudante de Arquitetura deve ter:

Primeiro e o mais importante: Lapiseira.
Você provavelmente não será um bom arquiteto se não fizer deste objeto, seu mais fiel instrumento de trabalho.



Segundo: Escalímetro. 
Não se distancie dele, tente comprar um pequenininho de estojo, para emergências. As vezes você pode precisar fazer um croqui em escala, e só ele vai te ajudar. E o melhor, nem ocupa espaço na bolsa :)



Terceiro: Esquadros de 30 e 45
Você não vai querer que seus desenhos ou seus mapas, projetos e afins fiquem tortos ne?! Lembre-se que antes do CAD, virão muitos desenhos a mão.



Quarto: Lápis de cor
Porque a gente usa em projeto, em urbanismo. É sempre bom ter algumas cores no estojo. Tente separar as cores especiais, que você mais usa, como: Azul, Verde, Amarelo, Laranja, Vermelho e um Roxinho rs



Quinto: Papel manteiga A4 ou A3
É sempre bom levar na pasta.
Vai ter um professor mais chato que o outro, que vai pedir desenhos, croquis, ou só uma ideia básica no manteiga...nada de sulfite viu!



Sexto: Bolômetro
Não vem necessariamente na lista de materiais, mas essa é uma dica super hiper válida. Pra fazer projeto, urbanismo. Da pra criar varias coisas, principalmente em urbanismo, onde trabalhamos o espaço público.



Sétimo: Compasso
Pra quem não curte ou não tem bolômetro, o compasso quebra um puta galho. Sem contar que a gente usa pra outras coisas. Mais ou menos la pro terceiro ano vai ser usado em Conforto, em coisinhas simples como a Carta Solar.



Oitavo: Borracha fina (aquela tipo caneta)
É imprescindível ter uma dessas. Nos primeiros semestres os desenhos são só a mão, a gente suja a própria mão de grafite, imagina como não fica o papel do desenho xeeente?! Ela vai ajudar a limpar os cantinhos e se você errar onde não deveria errar (o que sempre acontece) ela vai te ajudar a apagar sem apagar o que não deveria.



Nono: Trena
Se prepara, no primeiro ano você vai querer tacar essa trena no seu professor varias vezes. Se usa muito, principalmente em desenho técnico. Ela é sua companheira fiel, porém nos outros anos ja não tem tanto uso, com o passar do tempo o olhar fica mais clínico.



Décimo: Café, coca cola, energético, tudo o que te mantiver acordado. 
A rotina é dura, cansativa... independente se você trabalha ou não, Arquitetura vai tomar conta da sua vida!
Outra coisa, paciência é necessário, primordial! Vai ter horas que a vontade de jogar tudo pro alto vai ser maior do que ser Arquiteta (o)... quando esse momento chegar, Pare! Conte até 100, porque 10 é pouco e comece de novo! Vai dar tudo certo, é só acreditar e focar nos objetivos!



Gente, esperamos que tenham gostado. Deixem os comentários aqui embaixo ↓ Responderemos à todos :)


Beijos enormes