Assisti: 50 tons mais escuros

segunda-feira, março 20, 2017

[contém spoilers]

Depois de mais de um mês de estreia de 50 tons mais escuros, finalmente consegui assistir e matar minha curiosidade de como que ficou a adaptação do livro. Também demorei pra vir falar o que eu achei porque estava terminando de ler o último livro. Sobre o filme, em linhas gerais, achei fraco. Cortou muitas partes do livro e aquelas que eu estava torcendo pra que fossem mais explodas como a da queda do helicóptero e a espera por notícias do Christian.

A cena do Jack (chefe da Ana) dando em cima dela foi reproduzida na sala dele e no livro eles estavam na cozinha; a cena que o Christian manda a Ana pra casa pra tomar conta da Leila ao invés da dela ir com o José (amigo) para um bar, ela aparece sozinha andando pela cidade... Essas são algumas das cenas que foram modificadas e pra quem lê o livro pra comparar, acaba sendo frustante. Gostei da cena do baile beneficente e a trilha sonora, assim como no primeiro filme, estava ótima. A cena que Christian se "submissa" a Ana se ajoelhando em seus pés, pra mim, foi muito fraca ela poderia ter sido mais explorada.






50 tons mais escuros


50 tons mais escuros


Como a curiosidade bateu mais alto fui ler 50 tons de liberdade pra saber qual seria o fim do romance. Confesso que pensei diversas vezes em desistir da leitura. Estava achando muito entediante, muito sexo (a partir da submissão), sem algo que de novo, até que "PAH" a casa de Christian é invadida em momento (lá pro final do livro) a irmã dele é sequestrada e Ana que tem que salva-lá, entregando 5 milhões de dólares pelo resgate; e Ana está gravida. Sim, eu sei que você ficou em choque em saber dessa notícia, mas vou parar por aqui porque se não vou contar toda a história pra vocês.

Eu não assistiria de novo, mas se você gosta da trilogia, vá sim assistir e se deliciar com as cenas de Christian nu.

Agora eu quero saber, quem assistiu o filme ou leu os livros o que vocês acharam?

Beijos, beijos

[ps. Todas as imagens foram retiradas da internet]
50 tons mais escuros

#Moda: C&A + Pat Pat's

sexta-feira, março 17, 2017

Oi pessoas lindas!

Sei que estou devendo posts sobre moda aqui no blog, mas hoje trago pra vocês a primeira parceria do ano que a C&A está realizando. A escolhida foi a Pat Pat's comandada pela estilista Andrea Vieira. A coleção é repleta de peças em couro (um dos carros chefes da marca) que trazem uma pegada fashion, jovem e rock and roll. Cores como preto, vinho, rose e prata compõem a paleta de cores distribuída em peças como: camisetas de malhas, vestidos, calças, mochilas, lenços, jaquetas, saias e macacões, além de shorts e calças jeans.

Foto: Divulgação

A coleção chegou primeiro no e-commerce da C&A (dia 8) e nas lojas físicas na última terça-feira, dia 14. Aproveite que estava em BH e fui dar um olhada nas peças. Não comprei nada, mas experimente algumas pra ver como que elas ficam no corpo =D. O preço das peças variam entre R$50 e R$319.

Modas
Foto: Divulgação


Modas
Foto: Divulgação


Modas
Modas


Modas


Eu amei o short jeans, ele é cintura tem o tecido muito gostoso e não mostra a polpa da bunda (não gosto de shorts assim). Também fiquei encantada com a saia trapézio e ela também é cintura alta. Não curti muito o cropped, achei o tecido muito fino e o vestido achei ele lindo, mas a menor numeração ficou grande (esse era o 36) e ai a parte do busto não ficou no lugar certo.

O que vocês acharam das peças? A coleção completa você confere no site da C&A.

Beijos, beijos


Modas




#Tendência: mule de salto baixo

terça-feira, março 14, 2017

Ano passado soltei um post no blog sobre a volta dos sapatos mule e como que ele tinha voltado repaginado. E adivinha quem foi que voltou como tendência para o verão 2017 (eu sei ele já está quase acabando)? Sim, eles mesmo, os mules mas desta vez sem salto. Achei interessante, gostei de alguns modelos, cheguei a experimentar alguns e achei bem confortável. O que mais gostei desse novo modelo é que eles são mais sociais, combinam com tudo e dão uma quebra naquela produção mais despojada. Separei alguns modelos e algumas produções de como combinar o sapato.




Sapato

Sapato

Sapato

Sapato

Sapato

Sapato

Sapato

E ai, alguém já aderiu aos mule?

Beijos, beijos



Precisamos falar sobre peitos

sexta-feira, março 10, 2017

De uns tempos pra cá eu tenho pensado muito em peitos. Nos formatos, tamanhos, natural, silicone, porque algumas pessoas têm muito e as outras quase nada e por ai vai. Eu sou do segundo grupo. Não tenho muito seio - na verdade tenho quase nada - e em alguns momentos isso pra mim é ok e em outros (que se tornaram mais recorrentes) isso tem me incomodado. Não é aquele incomodo de deixar de usar roupas justas, decotadas ou biquínis. Mas é aquele incomodo de que "será que eu preciso ter peitos pra ser bonita?". É eu sei, é uma pergunta um tanto questionadora, mas que, mundo afora, afetam muitas meninas. Inclusive a mim, neste momento.

Já superei/aceitei (ou quase) o fato de que tenho uma barriguinha e que ela não me torna feia. Já tive muita vergonha de expor o meu corpo no clube ou na praia por conta dela, mas hoje? Hoje, não tô nem ai e aprendi qual biquíni que favorece ou não meu corpo. Mas voltando aos peitos, depois de ver um vídeo do Fred Elboni sobre preferir peitos pequenos do que grandes (que por sinal, adorei o vídeo) e de ler/ver/ouvir sobre peitos, principalmente sobre o que os homens acham deles, me peguei questionando os meus próprios peitos. Será que sou sexy? Será que sou bonita assim? Será que meu namorado me acha gostosa por ter peitos pequenos (já são cinco anos de namoro, se ele não achar é porque tem alguma coisa errada hahaha)? Sim, eu fiquei com essas neuroses.

Foto: Pinteres

Em um primeiro momento toda essa "neura" pode parecer coisa boba, mas se eu não me cuidar e entender que é ok, ter seios pequenos e que faz parte da minha genética, toda essa preocupação pode afetar a minha autoestima e o meu psicológico. Sei também, que tudo é uma questão de aceitação e de ter referências ao seu redor e, principalmente, na mídia sobre esse formato de corpo. Porque sim, o que as capas de revistas, sites, jornais, publicidade e todo meio de divulgação tem um alto poder de influência sobre a gente.

Tô levando as coisas com calma, tô me observando mais no espelho, tô dizendo pra mim mesma que o meu corpo é lindo do jeito que é e tô tentando não me importar com os peitos dos outros.

--
Esse é um daqueles posts que saem como um cuspe em um dia qualquer e que a melhor maneiro de libera-lo é transformando tudo em palavras. Que venham mais textos assim.

Beijos, beijos


peitos

#Cabelo: Penteados para cabelo curto

quarta-feira, março 08, 2017

Olá pessoas lindas!

No próximo sábado eu tenho uma fatura para ir (a minha primeira na verdade #nãomejulguem) e, como vocês sabem, a pessoa aqui tem cabelo curto e precisa fazer algo diferente nele, porque afinal, a ocasião pede. Como esse ano estou um pouco "mão de vaca" (#projetopedemeia) não quis pagar para fazer cabelo e maquiagem. Vai ser tudo na base "eu que fiz" e "faça você mesmo" (vai ter vlog da arrumação).

Pra que eu não passe nenhum perrengue na hora que estiver me arrumando, tirei o sábado passado pra testar cabelo e make (compartilhei tudo no Insta Stories @lucidezfeminina). E por conta disso, trouxe pra vocês algumas inspirações de penteados para cabelo curto. Porque sim, dá para brincar com as madeixas curtas.





Cabelo


Cabelo


Cabelo



Meninas do time dos cabelos curtos, quais penteados vocês costumam fazer?

Beijos, beijos


Cabelo

Pra conhecer: Irmãs Alcântara

segunda-feira, março 06, 2017

Três irmãs. Uma é Designer de Produto, outra é Relações Públicas e a outra é Designer de Moda. Possuem a beleza em comum. São brasileiras (de Curitiba), amam moda e resolveram se juntar para lançar um produto que impactasse o público feminino e que fizesse as pessoas repensarem "o que é moda". Elas criaram a Orna Concept e a Orna Make-up. Essas meninas são as irmãs Alcântara.

Bárbara, Débora e Julia (apesar de não conhecer pessoalmente) são um amor de pessoas e transmitem isso através de seus vídeos e fotos no Instagram (@tudoorna). Conheci o trabalho delas pela Rayza Nicácio e me apaixonei na hora. Principalmente, pelas bolsas e pela linha de batons (logo, logo nas o Café Orna).




As irmãs Alcântara atuam em três frentes:

*O blog Tudo Orna que o mostra o life style, preferências, viagens e dicas.

"Cada novo post, comentário, elogio, leitor e reconhecimento das mídias foram incentivos que nos levaram a priorizar o blog. A sua evolução é apenas fruto do amor pelo que fazemos. [...]Com isso, o nosso propósito é inspirar pessoas a ousarem mais, serem criativas e terem atitudes do bem."

*Orna Concept e Orna Makeup

A linha de bolsas que leva o nome de Orna Concept, foi criada com o propósito de ser algo atemooral, um produto que fosse feito a mão (algo bem artesanal) e que tivesse o foco na responsabilidade social. As bolsasque elas criam não são feitas em massa, pelo contrário, as irmãs Alcântara são adeptas do slow fashion e acreditam no slogan "qualidade acima de quantidade".

E a Orna Makeup, criada a menos de um ano, segue o mesmo lema e traz em suas embalagens o minimalismo e a pegada atemporal.


Pra conhecer


Pra conhecer

Eu fico admirando os produtos delas e já adicionei na minha lista de desejos. E se você ainda nãoas conhecia, já pode começar a segui-las e se encantar ainda mais por essas três irmãs.

Beijos, beijos

obs. As fotos retiradas do perfil do Facebook do Tudo Orna.