Primeiras Impressões de Resident Evil II e Sekiro - Preview BGS 2018

quinta-feira, outubro 18, 2018



Colab Gamer

Resident Evil 2

Remake de um clássico dos anos 90 que marcou gerações no estilo survival horror.
Este remake pelo que pude avaliar manteve todo o ambiente que tinha sido explorado no primeiro game, com algumas alterações na história, mas sem perder o ingrediente principal .
E mesmo com as mudanças nos jogos e filmes de hoje onde o zumbi tem uma agilidade maior justamente para servir como um gatilho de "medo e suspense" o game manteve os clássicos zumbis, com movimentos slow,  mas aumentaram a resistência deles.
Jogo com grande imersão e que vale muito a pena para jogadores antigos e novos.
A Capcom acertou em cheio e que venha mais remakes da franquia.


Inclusive valeu Yoshiaki Hirabayashi, foi foda conhecer o jogo em primeira mão e que venha janeiro para gente jogar na íntegra.

Sekiro Shadows Die Twice



Game da empresa FromSoftware conhecida pela série Dark Souls e Bloodborne, segue a mesma linha de dificuldade que atrai milhares de fãs, porém com uma nova ambientação oriental (o jogo se passa no Japão de 1500  - Período Sengoku onde a brutalidade imperava).
Uma experiência de jogabilidade nova onde o personagem não tem a barra de Stamina, mas sim uma barra de resistência onde se realizar parry no momento exato te garante a quebra da defesa do adversário, porém se for executado de forma errônea a sua defesa é retirada servindo de oportunidade para ambos player e NPC uma possibilidade de golpe crítico, e outra diferença é um jogo Offline sem Coop.
Mas acreditamos que essa mudança deixou o game com uma diferença dos outros jogos "SoulsBorne" e trazendo um modelo novo que irá atrair mais fãs para essa empresa que fez história com games de grande dificuldade, outra coisa que me deixou impressionado foi a velocidade do jogo.
Já aviso vocês terão trabalho com o clã Ashina.
 A fila no stand da Activision que é quem distribui o jogo estava foda, mas valeu toda a espera. Ansioso para março.

Por Bruno Blotta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conte o que você achou do post, adoramos receber elogios, críticas construtivas e sugestões de temas.